expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>
JUAZEIRO DO NORTE - CE


ABRIL, 2010


A imagem não parece muito com a idéia que temos de Juazeiro, mas é aqui mesmo!
Impressionante como o lugar tem verde e até chove. Mas o calor é intenso e precisamos tomar muita água. Com um detalhe tem até um Shopping na cidade. Ainda não conhecemos, mas já sabemos que água... só pagando. Não existem bebedouros públicos. Cada um denós da Equipe possui garrafinhas cheias de água.

Olá queridos do nosso coração, esperamos que estejam todos bem!
Estamos em Juazeiro desde segunda-feira. Gastamos três dias para chegar de carro. Mas vamos contar nossa grande viagem. Fizemos um diário de bordo e nesta carta vamos compartilhar tudo que de mais importante aconteceu.
Viajamos com o carro abarrotado de coisas nossas e de doações dos irmãos da 1ª IPR de Contagem. Fomos devagar e conseguimos viajar no primeiro dia mais de 600 km. Chegando em João Monlevade, olhando para a paisagem e escutando o CD infantil da Aline Barros comecei a chorar (Shirley). Pois a saudade do Kidz Klub, os obreiros mirins, as crianças, a turma que pastoreavamos no Centro Evangelístico Vale da Bênção, as EBF’s na Igreja A Esperança é Jesus. Como a saudade dói. Depois passou e já começou nossa entrada em outro processo: seguir outro chamado de Deus e falar da salvação em Cristo Jesus, para o povo Nordestino.

Dormimos numa cidadezinha chamada Ponte dos Volantes, onde só tinham duas Pousadas e a que escolhemos teve baile funk até as 2h30m da madrugada. Só Jesus! Pela manhã passamos por cidades que sempre escutamos os amigos da Renovada falar, foi muito prazeroso ver Monte Formoso, Itaobim, Medina, Padre Paraiso e por ai vai...

Quando saimos do Estado de Minas, intercedemos pedindo a Deus que trouxesse pessoas de outros lugares para falar de Jesus aqui, assim como nós saímos para falar Dele em outros lugares, e que nosso estado fosse abençoado pelo Deus eterno.

Na estrada passamos por um Posto de Combustivel onde o gerente era cristão e até o uniforme dos funcionários tinha a palavra fé. Vimos também frases em rochas como: “Caminhoneiros, o Padroeiro do Brasil é Jesus Cristo” e “ Caminhoneiro, Jesus está voltando. Prepara-te”.

Entramos na Bahia às 9h20m do domingo, oramos e abençoamos todos lugares em que passavamos. Inclusive, passamos por Jequié, cidade dos famíliares da Edna, que cuidou do meu cabelo durante o tempo em que estivemos em Contagem. Também passamos por Vitória da Conquista. Deus mandou pouca chuva em alguns trechos, isso ajudou a refrescar os pneus. Ás 17h15m chegamos em Feira de Santana. Por orientação, dormimos nessa cidade.

Pegamos novamente a BR 116. Quando faltavam uns 210 km para passar na divisa entre Bahia e Pernambuco, oramos pedindo a Deus que enviassem anjos a nosso favor, que tocassem em pessoas para nos abençoar e que outros ficassem conosco a proteger-nos dos perigos da estrada. Algo muito diferente aconteceu. Dois homens apareceram na estrada vazia e no meio do nada. Um de um lado da rodovia, e o outro de outro lado. Os dois estavam com uma camisa branca e calça jeans e pareciam gêmeos. Foi tão engraçado, rimos e ficamos felizes! Quem sabe não eram uma dupla de anjos que Deus permitiu vermos!

Chegamos em Pernambuco às 15h15m. Oramos pedindo proteção novamente. Afinal, em cada lugar existem potestades diferentes. Passamos por diversas cidades, entre elas Salgueiro. Às 16h30m chegamos no Ceará e mais uma vez oramos. A primeira cidade foi Pena Forte, que é conhecida como Nossa Senhora da Saúde. Havia centenas de caminhões, coisa absurda, como nunca vimos antes. A estrada era cheia de buracos que pareciam crateras. Após muito tempo nesta estrada, entramos na estrada dos Kariris, chamada de Rota Turistica, cheia de imagens por todo o perímetro. Passamos por Brejo Santo, Milagres, Missão Velha, Barbalha e enfim... Juazeiro do Norte.
Chegamos às 19h em nossa nova casa, em nossa nova missão. Fomos recebidos com muita alegria pela Equipe da Visitação. Como ainda não temos a terceira casa, que precisamos para hospedar os rapazes, ficamos no quarto do Pastor Jonathan. Isso até o momento em que ele chegar aqui, pois está cuidadando da sua saúde.

Esse foi nosso diário de bordo. Ore por nossa vida e pela vida de todo grupo. A cidade é muito carregada de idolatria. É algo que nunca vimos antes. Acompanhe as noticias. Vamos contar um pouco como é aqui. Com certeza as orações irão ser reforçadas, após lerem as noticias.
Estamos amando estar aqui. Mesmo longe da família e dos nossos irmãos e amigos queridos, temos a certeza de estar no centro da vontade de Deus, que é levar pessoas a conhecerem Jesus Cristo, aquele que morreu pra nos dar salvação.

Hoje, para fortalecer nossa fé e a sua também, vamos contar algo. Apareceu em nossa porta uma senhora de uns 65 anos chamada Etelvina. Ela é crente da Igreja Batista e ficou muito contente em saber que ali estavam pessoas que vieram trazer Jesus pra Juazeiro do Norte. Ela disse que aqui as pessoas são muito duras e que só querem saber do Padre Cícero. Contou-nos que seu visinho de frente disse a ela: “se quiser ter um amigo não venha falar de Biblia comigo, caso contrário, serei seu inimigo”.
E ai? O que achou disso? A irmã Etelvina disse que é comum acontecer e que está muito feliz, pois viemos de longe e assim as pessoas escutam mais. Pois os de casa podem fazer pouco.
ENTENDEM PORQUE DEUS LEVANTA MISSIONÁRIOS? Ele ama todos os povos, mas precisa de pessoas que queiram falar do seu amor, aos de casa e aos de fora.

Dissemos SIM a esse chamado!

PASTOR DANIEL E MISSIONÁRIA SHIRLEY PORTO