Família Porto - Setembro de 2014


Albânia, setembro de 2014.
 

Amigos e família,

“Firme nas promessas do meu Salvador, cantarei louvores ao meu Criador. Firme nas promessas, hei de não falhar. Quando as tempestades vêm me assolar, pelo Verbo vivo hei de batalhar. Firme nas promessas do Senhor Jesus. Em amor ligado com a sua cruz. Cada dia mais alegro-me na luz. Firme nas promessas de Jesus!”


Deus nos enviou e disse para termos bom ânimo, pois Ele tem algo a realizar aqui na Albânia por meio de nós. Ainda não sabemos exatamente o que acontecerá, mas uma coisa é certa: estamos firmes na promessa do Senhor!

Para um trabalhador, é difícil, estar em um tempo de preparo, conhecimento da cultura, aprendizado da língua etc. Tudo isso, porém, é necessário! Todo trabalhador precisa ser especialista para realizar suas funções com excelência. Todo missionário passa por isso.

Viemos de contextos de constantes atividades evangelísticas e de cuidado pastoral no ministério com crianças, adolescentes e jovens. Também estivemos envolvidos com intercessão e seminários de oração. Vivendo há quase dois meses na Albânia, porém, temos a sensação de que estamos começando tudo do zero – não apenas em relação ao ministério, começando tudo do zero mesmo!

Montando a casa, nós nos lembramos de quando nos casamos e de tempos depois, com mudanças para São Paulo, Ceará, África etc. Quando o assunto é idioma, temos a sensação de uma criança que está aprendendo a falar. As pessoas repetem as frases. Outras riem. Algumas nos incentivam e encorajam. Outras fazem testes para saber se estamos aprendendo de verdade... Temos vivido tudo isso, mas, como dizem por aí: “Faz parte!”. Mesmos assim, estamos felizes e ainda mais convictos!

Saudade é um sentimento que nos acompanha. Nessa caminhada, temos aprendido a não deixar esse sentimento tirar a energia que necessitamos para viver em outro país. Deus tem permitido que também sejamos provados nos sentimentos. Crescemos muito com a distância das pessoas que amamos e da nossa pátria amada Brasil. É necessário que o reino de Deus seja implantado nesta terra, e Deus, por Sua infinita misericórdia e Seu amor, incumbiu-nos da missão de proclamar o nome de Jesus nesta nação.

Desejamos contar para vocês algumas curiosidades da cultura albanesa. Nossa intenção é despertá-los a orar ainda mais por este país, que necessita de pessoas que desejem amá-lo e levar a mensagem da cruz a ele. “Sim, eu amo a mensagem da cruz. Até morrer eu a vou proclamar. Levarei eu também minha cruz, até por uma coroa trocar”.

A Albânia é um país conservador no qual honra é um bem precioso. As leis e os costumes são baseados em um conjunto de leis muito antigo, hoje conhecido como Kanun de Leke Dugagjini.

Uma das regras mais usadas é a especificação de como a ofensa a honra deve ser tratada. No passado e ainda hoje, isso tem levado muitas famílias a praticar a “vingança de sangue”, que dura até que todos os homens das duas famílias sejam mortos. Por meio do Kanun, é permitido que alguém que foi ofendido mate um homem da família ofensora. Por sua vez, a família do assassinado também tem direito de vingança. A preferência é que seja morto o “melhor” homem da família ou o primogênito. Essa prática dura há gerações e, por isso, há centenas de famílias que não podem sair de suas casas, pois estão juradas de morte.

Outra coisa triste está relacionada à frase que antigamente era dita sobre a “importância” da mulher: “A mulher tem a mesma importância de um animal”. As mulheres são vistas como “produtoras de filhotes”. Na época do comunismo, havia o chamado “aborto seletivo”, no qual as meninas eram mortas. Só os meninos tinham valor. Hoje, vive-se um desequilíbrio de gênero – há mais homens do que mulheres.

Ao ler isso, vocês ficaram chocados? Nós também ficamos tristes ao conhecer as histórias deste país, no qual a comida era controlada e não havia energia elétrica. Muita gente foi assassinada por contrariar o comunismo, e quem falava de Deus também era preso e morto. Intercedam sempre pela Albânia!

Orem por nós:
·         Que o nosso viver gere nas pessoas interesse por conhecer ao Senhor Jesus;
·         Que o idioma penetre em nossa mente para podermos conversar com as pessoas;
·         Que sejamos guardados pelos anjos do Senhor em todo tempo e em todos os lugares.

Necessidade
Sabemos que, além de nos manterem financeiramente e serem fiéis, vocês têm orado por nós. Então, compartilhamos com vocês uma necessidade muito especial. Precisamos comprar um veículo. A temporada de inverno e de chuvas está iniciando, e a neve também chegará. Já comunicamos essa necessidade para algumas pessoas que talvez possam nos ajudar. Pedimos que vocês coloquem essa necessidade perante Deus. Que Ele abra uma porta financeira, assim como fez para nossa vinda até este país. Contamos com a intercessão de vocês! “Porque em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte: ‘Ergue-te e lança-te no mar’, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele. Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, credes que recebestes, e será assim convosco” (Marcos 11.23-24).

Temos falado sobre vocês com o Senhor Deus. Sabemos que Ele tem nos ouvido e dará a cada um de vocês bênção sem medida, sacudida e transbordante, porque Ele é fiel! Agradecemos por apoiarem nossa vida e nosso ministério.
Fraternalmente,

Família Porto
Pastor Daniel, Tia Shirley e Danilo Miguel

Celular: 00 355 69 600 6865
Skype: Família Porto – Albânia
E-mail: danielshirleyporto@hotmail.com
Blog: blogaodosqueridos.blogspot.com